Ipead/UFMG: Páscoa tem alta expressiva em valor de ovos de chocolate, bacalhau e batata

Em Belo Horizonte, o aumento anual no preço médio dos ovos de Páscoa (13,69%) foi maior do que a inflação do período (10,83%). É o que demonstram os resultados da Pesquisa Especial da Páscoa, realizada anualmente pelo Instituto de Pesquisas Econômicas, Administrativas e Contábeis de MG (Ipead/UFMG) com objetivo de apresentar, de forma ampla e gratuita, informações estratégicas que possam subsidiar planos e ações dos consumidores no que se referem às compras de páscoa. Todos os dados podem ser conferidos no site do Ipead. O custo médio dos ovos de chocolate pesquisados está em torno de R$ 44,83 a unidade. A marca Lacta apresentou a menor variação de preços em relação aos praticados em 2021 (7,89%). Já a dispersão entre os valores mínimo e máximo dos ovos de Páscoa foi menor do que o apurado […]

Continue lendo...

Divulgação da pesquisa da Páscoa/2022 – Fundação IPEAD/UFMG

É com muita satisfação que o IPEAD/UFMG – Instituto de Pesquisas Econômicas, Administrativas e Contábeis de MG vem divulgar, em primeira mão, para toda a sociedade e imprensa os resultados das pesquisas realizadas no período março/abril de 2022, sobre a Páscoa. Destaques: O preço médio dos ovos de Páscoa subiu, em média, 13,69% em 2022, quando comparado com 2021, enquanto a inflação no período foi de 10,83%.   A marca Lacta apresentou a menor variação de preços em relação aos praticados em 2021 (7,89%). Em 2022, o preço médio dos bacalhaus aumentou, em média, 15,06% e dos peixes aumentou, em média, 4,68%. Salientamos que os responsáveis pelas pesquisas estão à disposição para esclarecer dúvidas, gravar matéria específica para seu veículo de comunicação e agendar inserções em programas ao vivo, caso haja interesse. Atenciosamente, […]

Continue lendo...

Ipead: BH vende posta de bacalhau 50% mais cara que em 2021

Quilo do saithe dessalgado subiu de R$ 48,68 para R$ 73,06 em apenas um ano, informa Ipead O preço médio do quilo da posta do bacalhau saithe aumentou 50,09% em Belo Horizonte em apenas um ano: de R$ 48,68 para R$ 73,06, informa levantamento do Instituto de Pesquisas Econômicas Administrativas e Contábeis de Minas Gerais (Ipead). O quilo do filé do mesmo produto também não fica para trás: subiu de R$ 49,82 para R$ 73,31, reajuste de 47%. O bacalhau porto, considerado o mais nobre, também ficou mais pesado para o bolso do consumidor neste ano, mas em proporções menores. O quilo da posta salgada aumentou 20,34% e é vendido, em média, a R$ 131,20. Já o quilograma do mesmo produto, só […]

Continue lendo...

Com a alta dos preços, vendas de produtos tradicionais na Páscoa devem ser menores

Aumento foi registrado nos ovos de chocolate e em alimentos típicos da época, como peixes Pesquisa feita pelo Instituto de Pesquisas Econômicas, Administrativas e Contábeis de Minas Gerais (Ipead) revela aumento em todos os itens de páscoa, entre ovos de chocolate, peixes e outros alimentos usados em pratos tradicionais da época, como a batata inglesa e o azeite.  O aumento de preços dos ovos de chocolate é de 27,42% em relação ao mesmo período do ano passado, no início da crise causada pelo novo coronavírus. Os peixes estão, em média, 19% mais caros. A batata inglesa registrou alta de 10% e o azeite de 11,78%. De acordo com a coordenadora de pesquisas do Ipead, Taíse Martins, os preços subiram principalmente devido ao […]

Continue lendo...

Ascensão de preços: itens de Páscoa sobem acima da inflação e forçam ‘via sacra’ para economizar

Além de celebrações religiosas possivelmente esvaziadas em razão da pandemia, a Páscoa deste ano deve ser marcada pela falta de muitos produtos tradicionais na mesa dos mineiros. O motivo é que a maioria dos itens da ceia pascal – como bacalhau e ovos de chocolate – registrou disparada de preços em relação à mesma data de 2020.  Duas pesquisas divulgadas ontem, pelo Mercado Mineiro e pela Fundação Ipead/UFMG, mostram que alguns produtos chegaram a ter majoração de até 68%. No geral, os índices de encarecimento de alguns são muito maiores do que a inflação para o período – até o mês passado, segundo o IBGE, o IPCA era de 5,2%, em um ano. Somando-se isso o desemprego e a queda […]

Continue lendo...

Preço dos ovos de Páscoa sofre aumento de 30% em BH, e variação beira 70%

Variação de preços entre comércios pode atingir 68%, e um mesmo produto vale entre R$ 29,98 e R$ 50,49 em diferentes estabelecimentos, segundo análise do Ipead da UFMG Contrariando a tendência do mercado na primeira Páscoa em meio à pandemia de coronavírus, em abril passado, o preço médio de ovos de chocolate sofreu um aumento próximo de 30% nesta véspera de Semana Santa, segundo revelou análise do Instituto de Pesquisas Econômicas, Administrativas e Contábeis (Ipead), da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), à tarde de terça-feira (30). O valor médio de 17 ovos de Páscoa, de diferentes quatro marcas, listados na pesquisa, gira em torno de R$ 39,57. O estudo também indica a importância dos consumidores pesquisarem preços entre um […]

Continue lendo...

Divulgação dos resultados sobre os itens mais consumidos na Páscoa – Fundação IPEAD/UFMG

É com muita satisfação que o IPEAD/UFMG – Instituto de Pesquisas Econômicas, Administrativas e Contábeis de MG vem divulgar, em primeira mão, para toda a sociedade e imprensa os resultados dos estudos/pesquisas realizadas no mês de março de 2021 sobre os itens mais consumidos na Páscoa e disponibiliza profissionais especialistas para atender às suas demandas e prestar os esclarecimentos necessários. Destaques: O custo médio dos Ovos de Páscoa apresentou elevação em 2021, quando comparado ao preço médio praticado em 2020, sendo esta variação igual a 27,42%. O valor médio entre os ovos de chocolate pesquisados está em torno de R$ 39,57 a unidade. Destaca-se que, diferentemente do ano de 2020, em 2021 foi possível realizar a pesquisa em estabelecimentos comerciais de forma presencial, conjuntamente com os fornecedores de preços pela internet, mesmo com o momento atual […]

Continue lendo...