IPEAD/UFMG: queda no preço da gasolina contribui para recuo do custo de vida em Belo Horizonte

Capital mineira também registra, em julho, variação negativa no custo da cesta básica e alta na intenção de presentear no Dia dos Pais O custo de vida em Belo Horizonte, medido pelo Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), recuou, apresentando uma queda de 0,27% no mês de julho. O produto de maior contribuição para a redução do custo de vida foi a Gasolina Comum, com queda de 18,12% no mês. O resultado foi obtido a partir da pesquisa de preços dos produtos/serviços realizada pelo Instituto de Pesquisas Econômicas, Administrativas e Contábeis de MG (IPEAD/UFMG). Os estudos completos podem ser encontrados no site do IPEAD.  Os maiores destaques, em termos de variação, foram as quedas de 4,69% para Transporte, Comunicação, Energia Elétrica, Combustíveis, […]

Continue lendo...

Belo Horizonte registra deflação de 0,27% em julho

Após mais de dois anos, a inflação voltou a ter variação negativa em Belo Horizonte. Em julho, o custo de vida na Capital, medido pelo Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), recuou 0,27%. A redução se deve, principalmente, à queda de 18,12% no preço da gasolina no mês, resultado da redução da alíquota do ICMS de 31% para atuais 18%.  Apesar da deflação em julho, nos últimos 12 meses o índice se manteve em dois dígitos, com alta de 10,74%, e nos sete primeiros meses do ano subiu 5,83%. Os dados são da Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas, Administrativas e Contábeis de Minas Gerais (Ipead), vinculada à Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG). Até o momento, a tendência, para agosto, é […]

Continue lendo...

Divulgação dos índices do mês julho/22 + Pretensão de compra Dia dos Pais – Fundação IPEAD/UFMG

É com muita satisfação que o IPEAD/UFMG – Instituto de Pesquisas Econômicas, Administrativas e Contábeis de MG vem divulgar, em primeira mão, para toda a sociedade e imprensa os resultados dos estudos/pesquisas realizadas no mês de julho de 2022. Destaques: – O custo de vida em Belo Horizonte, medido pelo IPCA, recuou, apresentando uma queda de 0,27% no mês de julho. O resultado foi obtido a partir da pesquisa de preços dos produtos/serviços que são agrupados em 11 itens agregados. Os maiores destaques, em termos de variação, foram as quedas de 4,69% para Transporte, Comunicação, Energia Elétrica, Combustíveis, Água e IPTU e 1,47% para Alimentos in natura. No sentido oposto, destacam-se as altas de 6,08% para Alimentos elaboração primária, 3,70% para Bebidas em bares e restaurantes, 2,12% para Artigos de residência, 1,73% para Alimentos industrializados, 1,73% para Alimentação […]

Continue lendo...

IPEAD UFMG: com alta de 15,40% no valor do plano de saúde individual, custo de vida continua subindo em BH

Puxado pelo valor do plano de saúde individual, que subiu 15,40% no último mês, o custo de vida em Belo Horizonte voltou a aumentar em junho, com alta de 1,45%. O resultado foi obtido a partir da pesquisa de preços dos produtos/serviços realizada pelo Instituto de Pesquisas Econômicas, Administrativas e Contábeis de MG (Ipead/UFMG). Os estudos completos podem ser encontrados no site do Ipead. Medido pelo Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) e pelo Índice de Preços ao Consumidor Restrito (IPCR), o aumento no custo de vida também foi motivado pelas altas de 7,66% para saúde e cuidados pessoais, 4,16% para alimentos elaboração primária, 2,37% para encargos e manutenção, 2,06% para artigos de residência e 1,23% para alimentos industrializados. No sentido oposto, destaca-se […]

Continue lendo...

Inflação na Capital avança 1,45% em junho, aponta Ipead

Planos de saúde, automóveis e leite impulsionaram alta O custo de vida em Belo Horizonte, medido pelo IPCA, avançou 1,45% no mês de junho, segundo a Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas, Administrativas e Contábeis de Minas Gerais (Ipead). A alta, a maior do ano desde janeiro, reflete principalmente o aumento dos planos de saúde, que foram reajustados em 15,4%, além do automóvel novo e do leite, que tiveram altas de 2,78% e 10,71%, respectivamente.  A diminuição no preço da gasolina, de 1,19%, e do etanol, 8,93%, não foi suficiente para reduzir o índice de inflação na capital mineira. Segundo o gerente de Pesquisas da Fundação Ipead, Eduardo Antunes, este é um índice muito elevado, que passa longe de qualquer normalidade. […]

Continue lendo...

Divulgação dos índices do mês junho/22 – Fundação IPEAD/UFMG

É com muita satisfação que o IPEAD/UFMG – Instituto de Pesquisas Econômicas, Administrativas e Contábeis de MG vem divulgar, em primeira mão, para toda a sociedade e imprensa os resultados dos estudos/pesquisas realizadas no mês de junho de 2022. Destaques: – O custo de vida em Belo Horizonte, medido pelo IPCA, avançou, apresentando um aumento de 1,45% no mês de junho. O resultado foi obtido a partir da pesquisa de preços dos produtos/serviços que são agrupados em 11 itens agregados. Os maiores destaques, em termos de variação, foram as altas de 7,66% para Saúde e cuidados pessoais, 4,16% para Alimentos elaboração primária, 2,37% para Encargos e manutenção, 2,06% para Artigos de residência e 1,23% para Alimentos industrializados. No sentido oposto, destaca-se a queda de 3,62% para Alimentos in natura. – O produto de maior contribuição para […]

Continue lendo...

Divulgação dos índices do mês maio/22 e Pretensão de compra para o Dia dos Namorados – Fundação IPEAD/UFMG

É com muita satisfação que o IPEAD/UFMG – Instituto de Pesquisas Econômicas, Administrativas e Contábeis de MG vem até este veículo de comunicação divulgar, em primeira mão, os resultados dos estudos/pesquisas realizadas no mês de maio de 2022. Destaques: – O custo de vida em Belo Horizonte, medido pelo IPCA, avançou, apresentando um aumento de 0,07% no mês de maio. O resultado foi obtido a partir da pesquisa de preços dos produtos/serviços que são agrupados em 11 itens agregados. Os maiores destaques, em termos de variação, foram as altas de 7,42% para Vestuário e complementos, 1,38% para Alimentos elaboração primária e 1,18% para Alimentos industrializados. No sentido oposto, destaca-se a queda de 8,39% para Alimentos in natura. – O produto de maior contribuição para o aumento no custo de vida em […]

Continue lendo...

Inflação de BH avançou 0,86% em abril, aponta Ipead

Com uma alta de 11,54%, o tomate foi um dos principais pesos no aumento do custo da cesta básica na capital mineira | Crédito: Charles Silva Duarte/Arquivo DC O custo de vida, medido pelo Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), teve alta em Belo Horizonte, apresentando variação de 0,86% no mês de abril, segundo pesquisa divulgada pelo Instituto de Pesquisas Econômicas, Administrativas e Contábeis de Minas Gerais  (Ipead/UFMG). A inflação acumulada nos últimos 12 meses está em 11,33%, bem acima do centro da meta do Banco Central, de 3,5%. A cesta básica rompeu a barreira dos R$ 700, consolidando os alimentos como vilões do aumento de preços. O valor da cesta em abril foi de R$ 716,26, equivalente a […]

Continue lendo...

Divulgação dos índices de abril/2022 + Pretensão de compra para o Dia das Mães – Fundação IPEAD/UFMG

É com muita satisfação que o IPEAD/UFMG – Instituto de Pesquisas Econômicas, Administrativas e Contábeis de MG vem divulgar para toda sociedade e imprensa, em primeira mão, os resultados dos estudos/pesquisas realizadas no mês de abril de 2022. Destaques: – O custo de vida em Belo Horizonte, medido pelo IPCA, avançou, apresentando um aumento de 0,86% no mês de abril. O resultado foi obtido a partir da pesquisa de preços dos produtos/serviços que são agrupados em 11 itens agregados. Os maiores destaques, em termos de variação, foram as altas de 4,06% para Alimentos industrializados, 3,82% para Alimentos elaboração primária, 2,32% para Vestuário e complementos, 2,07% para Alimentação em restaurante, 1,96% para Saúde e cuidados pessoais, 1,26% para Artigos de residência. No sentido oposto, destaca-se a queda de 1,22% para Bebidas em bares […]

Continue lendo...

Divulgação dos índices do mês março/2022 – Fundação IPEAD/UFMG

É com muita satisfação que o IPEAD/UFMG – Instituto de Pesquisas Econômicas, Administrativas e Contábeis de MG vem divulgar, em primeira mão, para toda a sociedade e imprensa os resultados dos estudos/pesquisas realizadas no mês de março de 2022. Destaques: – O custo de vida em Belo Horizonte, medido pelo IPCA, avançou, apresentando um aumento de 1,39% no mês de março. O resultado foi obtido a partir da pesquisa de preços dos produtos/serviços que são agrupados em 11 itens agregados. Os maiores destaques, em termos de variação, foram as altas de 11,02% para Alimentos in natura, 2,47% para Bebidas em bares e restaurantes, 2,25% para Vestuário e complementos, 1,91% para Transporte, Comunicação, Energia Elétrica, Combustíveis, Água e IPTU, 1,64% para Alimentos industrializados, 1,61% para Despesas pessoais e 1,07% para Encargos e manutenção. No sentido […]

Continue lendo...