Repercussão da pesquisa do Índice de Confiança do Consumidor de BH

A rádio Band News FM entrevistou a Coordenadora de Pesquisa e Desenvolvimento da Fundação IPEAD/UFMG, Thaize Martins, e repercutiu a pesquisa do Índice de Confiança do Consumidor de Belo Horizonte.  Os resultados da pesquisa referente ao mês de agosto de 2020 mostraram uma melhora no humor dos belo-horizontinos. “O índice mostrou uma melhora em relação ao mês de julho. Mas o patamar ainda é de pessimismo. A pontuação desse índice que varia de 0 a 100, ela está em 36,26 pontos e isso é ainda abaixo do limite dos 50 pontos, que é o que separa o pessimismo do otimismo “, explicou Thaize. Fonte: Rádio Band News FM – Publicado em 08/09/2020.

Continue lendo...

Repercussão dos índices das pesquisas do mês de agosto de 2020

A Coordenadora Thaize Martins concedeu entrevista, ao vivo, à rádio América nesta manhã (08/set) e repercutiu os dados das pesquisas realizadas pela Fundação IPEAD/UFMG no mês de agosto de 2020. Clique abaixo e ouça a entrevista completa: Fonte: Rádio América AM – Publicado em 08/09/2020 por meio do programa Tribuna Livre.

Continue lendo...

Após duas quedas consecutivas, preço da cesta básica volta a subir em BH; preço passa de R$ 478

A rádio Itatiaia entrevistou a Coordenadora de Pesquisa e Desenvolvimento do IPEAD/UFMG, Thaize Martins, e repercutiu as pesquisas da cesta básica, custo de vida e do índice de confiança do consumidor de Belo Horizonte realizadas no mês de agosto de 2020. Clique abaixo e ouça a entrevista completa: Fonte: Rádio Itatiaia – Publicado em 04/09/2020 – Reportagem de Mônica Miranda.

Continue lendo...

Inflação em BH aumenta 0,44% com pressão da gasolina

O custo de vida, em Belo Horizonte, está mais oneroso. De acordo com o Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), em agosto, foi registrada variação positiva de 0,44%, frente a julho. Em agosto, a principal influência para o aumento do custo de vida veio do reajuste no preço da gasolina, que variou 4,41%. No período, o custo com a cesta básica também aumentou, superando em 3,69% o valor praticado em julho. Os dados foram divulgados na sexta-feira (4) pela Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas, Administrativas e Contábeis de Minas Gerais da Universidade Federal de Minas Gerais (Ipead/UFMG). Conforme o levantamento, na comparação anual o IPCA avançou 1,74%. A alta registrada nos últimos 12 meses é de 3,5%. Dentre os […]

Continue lendo...

Reabertura do comércio eleva otimismo do consumidor

Custo de vida e cesta básica aumentaram na Capital em agosto. Taxa selic é a menor da história, depois que Copom reduziu para 2% no início do mês passado Uma leve melhoria de humor do consumidor belo-horizontino foi registrada em agosto, segundo a Pesquisa da Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas, Administrativas e Contábeis de MG/UFMG-Face, (Ipead) divulgadas na manhã de hoje. Os ítens “Situação Econômica do País” e “Emprego” foram os que mais contribuíram para os registros menos pessimistas.  O Índice de Confiança do Consumidor, ICC-BH, apresentou a segunda alta consecutiva no mês de agosto, mas permanece bem abaixo dos 50 pontos, nível que separa o pessimismo do otimismo, atingindo 36,26 pontos. O percentual foi o maior observado após implementação de medidas de combate à […]

Continue lendo...

Repercussão dos índices das pesquisas do mês de agosto de 2020

A rádio Inconfidência repercutiu dados da pesquisas realizadas pela Fundação IPEAD/UFMG no mês de agosto de 2020. “Foi possível perceber um aumento no custo de vida. A inflação de BH medida pelo IPCA ficou em 0,44% no mês comparando agosto com julho. Tivemos um destaque da gasolina comum, que foi um aumento de 4,41%, a que mais contribuiu para essa alta no mês”. Clique abaixo e ouça o áudio disponibilizado pela Coordenadora de Pesquisas e Desenvolvimento, Thaize Martins.  Fonte: Rádio Inconfidência – Publicado em 04/09/2020.

Continue lendo...

Divulgação índices do mês de agosto de 2020 – Fundação IPEAD/UFMG

O IPEAD/UFMG vem divulgar, em primeira mão, para toda a sociedade e imprensa os resultados dos estudos/pesquisas realizadas no mês de agosto de 2020 e disponibilizar especialistas para prestar esclarecimentos e conceder entrevistas. Destaques: O Índice de Confiança do Consumidor, ICC-BH, apresentou a segunda alta consecutiva no mês de agosto, mas ainda permanece bem abaixo dos 50 pontos, nível que separa o pessimismo do otimismo, atingindo 36,26 pontos. As componentes “Situação Econômica do País” e “Emprego” foram as que mais contribuíram para a melhora do humor dos consumidores belo-horizontinos no mês de agosto, que se mostraram menos pessimistas. O ICC-BH de agosto, 36,26 pontos, foi o maior observado após implementação de medidas de combate à pandemia do Covid-19 (abril = 30,76, maio = 33,44, junho = 33,15, julho = 35,20, […]

Continue lendo...

Compra virtual aumenta quase 500% na pandemia; muitas novidades vieram para ficar

A pandemia de Covid-19 não alterou apenas a rotina sanitária, ao impor ao nosso cotidiano o uso da máscara (obrigatório em Belo Horizonte) e os cuidados redobrados com limpeza e higienização. Com a adoção em larga escala do home office, a necessidade de permanecer todo o tempo (ou boa parte dele) em casa, as restrições ao funcionamento do comércio e as incertezas envolvendo o futuro financeiro, mudaram também os hábitos de consumo. Pesquisas feitas pelo Google com base no comportamento dos usuários brasileiros mostram que vários deles tendem a continuar depois da pandemia. Entre os novos hábitos, estão maior uso dos canais digitais, outras prioridades na hora de escolher o que comprar e aposta nos negócios das redondezas. Um dos […]

Continue lendo...

Em nome (do dia) dos pais: de hoje a sábado, comércio de BH quer reduzir prejuízos previstos

Dados da Fundação Ipead/UFMG indicaram, na semana passada, que o Dia dos Pais deste ano, a ser celebrado no domingo, em meio à pandemia da Covid-19, deve ser o pior para o comércio e o setor de serviços da capital desde 2016. A queda na intenção de compras da população seria de 23,9% sobre o período em 2019. Além disso, apenas três a cada dez entrevistados (33%) mostraram-se dispostos a presentear os pais. E gastando R$ 79, em média – valor inferior ao do ano passado (R$ 86) e o menor em cinco anos. Contudo, com a decisão da prefeitura de permitir a reabertura de estabelecimentos da capital de hoje a sábado, véspera do dia dedicado aos pais, mesmo sob […]

Continue lendo...

Com orçamento apertado, presente para os pais deve custar cerca de R$79

O IPEAD realizou no mês de julho a pesquisa de Pretensão de compra para o Dia dos Pais. Como resultado, observou-se que apenas 33,81% dos entrevistados pretendia presentear alguma pessoa no dia dos pais, sendo esse percentual o mais baixo dos últimos cinco anos, refletindo no valor médio dos presentes, o qual reduziu 7,55% em 2020 quando comparado com o ano passado. O valor médio dos presentes reduziu de R$86,08 para R$79,58 neste ano, sendo este o menor valor da série histórica (desde o ano 2016). A TV Band, por meio do jornal Band Minas, entrevistou a coordenadora de pesquisa do IPEAD/UFMG, Thaize Martins, e repercutiu no dia 07/08/2020 a pesquisa. Assista a entrevista completa clicando abaixo. Fonte: TV Band […]

Continue lendo...