Consumidores de BH devem gastar menos com material escolar este ano

Levantamento mostra que apenas 27% dos entrevistados pretendem fazer esse tipo de compra, enquanto em todos os outros anos esse percentual era superior a 39%. Pesquisa realizada pelo Instituto de Pesquisas Econômicas, Administrativas e Contábeis de Minas Gerais (Ipead-UFMG) revela que o número de belo-horizontinos dispostos a ter gastos com material escolar neste início de ano letivo é o menor da série apurada. Apenas 26,67% dos entrevistados informaram que farão esse tipo de compra, enquanto em todos os outros anos esse percentual foi superior a 39%. A pesquisa e%u0301 aplicada juntamente com o Índice de Confiança do Consumidor de Belo Horizonte – ICC BH e tem o objetivo de avaliar o percentual de consumidores da capital mineira que apresentarão esse gasto específico e quais […]

Continue lendo...

Pesquisa mostra queda recorde no número de consumidores que pretendem gastar com material escolar

O IPEAD/UFMG, por meio da coordenadora de pesquisa e desenvolvimento, Thaize Martins, concedeu entrevista para a rádio Itatiaia e repercutiu as pesquisas do Índice de Confiança do Consumidor de Belo Horizonte (ICCBH) e do Dispêndio com Material Escolar realizadas em janeiro/2021 pela fundação. Clique abaixo e ouça a reportagem completa. Fonte: Rádio Itatiaia – Publicado em 27/01/2021.

Continue lendo...

Repercussão da pesquisa do ICCBH + pesquisa especial do Material Escolar

O IPEAD/UFMG, por meio da coordenadora de pesquisa e desenvolvimento, Thaize Martins, concedeu entrevista para a rádio Inconfidência e repercutiu as pesquisas do Índice de Confiança do Consumidor de Belo Horizonte (ICCBH) e do Dispêndio com Material Escolar realizadas em janeiro/2021 pela fundação. Clique abaixo e ouça a reportagem completa. Fonte: Rádio Inconfidência – Publicado em 28/01/2021, reportagem de Desirrê Miranda.

Continue lendo...

Repercussão da pesquisa especial do Material Escolar

O IPEAD/UFMG, por meio da coordenadora de pesquisa e desenvolvimento, Thaize Martins, concedeu entrevista para a rádio CBN-BH e repercutiu a pesquisa do Dispêndio com Material Escolar realizada em janeiro/2021 pela fundação. Clique abaixo e ouça a reportagem completa. Fonte: Rádio CBN-BH – Publicado em 28/01/2020, reportagem Vitor Veloso.

Continue lendo...

Maioria dos pais não pretende gastar com material escolar

Em 2020, as casas se transformaram em salas de aula. Se antes o começo do ano era marcado pela busca pelos melhores preços de materiais escolares, em 2021, apenas 26,7% dos pais pretendem ter algum gasto do tipo em Belo Horizonte. Segundo levantamento da Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas Administrativas e Contábeis de Minas Gerais (Ipead/ UFMG), a redução, comparada ao ano passado, foi de 15 pontos percentuais. Para a coordenadora do estudo, Thaize Martins, diante das incertezas do momento, a procura pelo material escolar deve atrasar neste ano. A pesquisa realizada neste mês, com 210 consumidores, indica que 75% pretendem adotar alguma estratégia para economizar. As medidas mais citadas foram reutilizar o material escolar do ano anterior (42,86%) e […]

Continue lendo...

Divulgação do Índice de Confiança do Consumidor – janeiro de 2021 + Pesquisa especial Material escolar – Fundação IPEAD/UFMG

É com muita satisfação que o IPEAD/UFMG – Instituto de Pesquisas Econômicas, Administrativas e Contábeis de MG vem até este veículo de comunicação divulgar, em primeira mão, os resultados dos estudos/pesquisas realizadas no mês de janeiro de 2021, sobre o Índice de Confiança do Consumidor e a pesquisa especial sobre o dispêndio com Material Escolar. A Fundação disponibiliza profissionais especialistas para atender às suas demandas e prestar os esclarecimentos necessários. Destaques: Neste período foi realizada uma pesquisa especial sobre o dispêndio com material escolar, a qual constatou que apenas 26,67% dos entrevistados informaram ter gastos com material escolar em 2021, uma queda de 37,08% em comparação com o ano anterior, indicando um reflexo direto da interrupção de aulas presenciais devido à pandemia do Covid-19. Dentre os consumidores que anunciaram ter gastos com material escolar, 75% pretendem […]

Continue lendo...

Alimentos foram os vilões da inflação de BH em 2020

O grupo alimentação, com alta de 9,49%, contribuiu para a inflação de 5,03% na capital mineira no ano passado Os alimentos fecharam 2020 como os grandes vilões do Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), que mede a inflação de Belo Horizonte. Segundo dados divulgados nesta quarta-feira (06/01) pela Fundação Ipead/UFMG, a capital mineira terminou o ano com uma inflação de 5,03%, pressionada pela alta de 9,49% do grupo alimentação. Já os itens que mais pesaram para o aumento da inflação, no acumulado do ano passado, pertencem ao grupo dos produtos não alimentares (automóvel novo, excursões e empregado doméstico), com alta de 4,21%. Enquanto o grupo alimentação tem peso de 1,45 ponto percentual no índice total, o não-alimentar contribui com 3,58 p.p, representando 71,12% da contribuição total de 2020. Preços nos bares caem Em 2020, quatro de […]

Continue lendo...

Repercussão dos índices do balanço anual de 2020 e comparativo com anos anteriores – Fundação IPEAD/UFMG

O IPEAD/UFMG, por meio da Coordenadora de Pesquisa e Desenvolvimento, Thaize Martins, concedeu entrevista para a rádio BandNews BH e repercutiu o Balanço das pesquisas de 2020 e o comparativo com anos anteriores. Fonte: Rádio BandNews BH – Publicado em 11/01/2021 por Gabriele Álvares.

Continue lendo...