Confiança do consumidor recua no mesmo período

Mostrando descontentamento principalmente quanto à situação do emprego, inflação e situação econômica do País, os consumidores de Belo Horizonte estiveram pessimistas em fevereiro. O Índice de Confiança do Consumidor (ICC), divulgado pelo Ipead, atingiu 39,06 pontos em fevereiro,apresentando queda de 0,53% no comparativo com janeiro. O índice varia de 0 a 100 pontos, com valores abaixo de 50 pontos indicando pessimismo. Entre os componentes do ICC, o que apresentou a pior avaliação por parte dos consumidores entrevistados foi emprego, que ficou com 26,13 pontos. Em seguida, vieram inflação (29,94); situação econômica do País (32,32); pretensão de compra (40,24); situação financeira da família em relação ao passado (49,64) e situação financeira da família (55,95). De acordo com o levantamento, com exceção […]

Continue lendo...

Divulgação dos índices do mês de fevereiro de 2019 da Fundação IPEAD/UFMG

O IPEAD/UFMG – Instituto de Pesquisas Econômicas, Administrativas e Contábeis de MG divulgou (08/03) em primeira mão, os resultados dos estudos/pesquisas realizadas no mês de fevereiro de 2019 e disponibiliza profissionais especialistas para atender às suas demandas e prestar os esclarecimentos necessários. Destaques: Assim como ocorreu nos últimos dois anos, o custo de vida em Belo Horizonte, medido pelo IPCA, apresentou deflação no mês de fevereiro (-0,24%). O resultado foi obtido a partir da pesquisa de preços dos produtos/serviços que são agrupados em 11 itens agregados. Os maiores destaques do mês, em termos de variação, foram as altas para “Bebidas em bares e restaurantes” (2,39%), “Alimentos in natura” (1,93%), e a queda de 1,42% para Despesas pessoais. O produto/serviço “Excursões” foi o que mais contribuiu para a deflação registrada em fevereiro, com redução média de 20,74% nos preços praticados. […]

Continue lendo...

Custo de vida em BH sobe 5 vezes mais que a média do país

Puxada pela alta da tarifa de ônibus, inflação na capital foi de 1,87%; no Brasil, IPCA avançou 0,32% A inflação em Belo Horizonte foi cinco vezes maior que a média nacional. Em janeiro, segundo a Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas, Administrativas e Contábeis de Minas Gerais (Fundação Ipead), a elevação foi de 1,87%, bem superior à alta de 0,32% no país, de acordo com o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). A tarifa de ônibus foi a vilã da inflação em Belo Horizonte, já que subiu 11,14%. Na capital, o Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) – que mede a evolução dos gastos das famílias com renda de 1 a 40 salários mínimos – , de janeiro deste […]

Continue lendo...

Preços refletem no humor do consumidor

O sinal continua amarelo. Os números da inflação de janeiro em Belo Horizonte, divulgados pela Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas, Administrativas e Contábeis (Ipead) da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), indicam que 2019 ainda vai exigir de consumidores, governo e empresas controle e austeridade. A inflação da Capital aumentou em 1,87% em janeiro, de acordo com o Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), que mede a evolução dos gastos das famílias com renda de um a cinco salários mínimos. O índice já refletiu no humor do consumidor. O Índice de Confiança do Consumidor (ICC) referente a janeiro de 2019, resultado das entrevistas realizadas entre os dias 1º e 29 de janeiro, alcançou 39,27 pontos, apresentando uma queda de […]

Continue lendo...

Capital abre 2019 com inflação de 1,87%

Depois de encerrar o ano passado com inflação de 4,59%, acima do centro da meta, Belo Horizonte iniciou 2019 com alta nos preços. A inflação da Capital aumentou em 1,87% em janeiro, de acordo com o Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), que mede a evolução dos gastos das famílias com renda de um a cinco salários mínimos. Os dados foram divulgados ontem pela Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas, Administrativas e Contábeis (Ipead) da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG). De acordo com a pesquisa, dos grupos avaliados, a maior alta veio dos produtos não alimentares, que englobam gastos com habitação e itens pessoais, com crescimento dos preços de 2,75% no mês. Logo em seguida, o conjunto de alimentação […]

Continue lendo...

Divulgação índices do mês de janeiro de 2019 + Pesquisa Especial: Material Escolar – Fundação IPEAD/UFMG

O IPEAD/UFMG – Instituto de Pesquisas Econômicas, Administrativas e Contábeis de MG divulgou (07/fev) em primeira mão, os resultados dos estudos/pesquisas realizadas no mês de janeiro de 2019 e disponibiliza profissionais especialistas para atender às suas demandas e prestar os esclarecimentos necessários. Destaques: Pesquisa especial constata que 88,89% dos entrevistados que tiveram gastos com material escolar em 2019, pretenderam adotar alguma estratégia para economizar na hora da compra. As estratégias mais citadas para economizar em 2019 foram: “Pesquisar preços em diferentes estabelecimentos”(77,78%) e “Reutilizar material escolar do ano anterior” (71,77%), assim como ocorreu em 2018, 2017 e 2016. As componentes “Emprego” e “Situação Econômica do País” foram as que mais contribuíram para a queda do ICC-BH do mês de janeiro, com variação igual -0,38 do índice geral. O item Situação Financeira da Família em Relação ao Passado também apresentou […]

Continue lendo...