Repercussão das pesquisas do custo da cesta básica e inflação de Belo Horizonte do mês de janeiro de 2024

O IPEAD/UFMG por meio do economista Diogo Santos concedeu entrevista a Rádio Inconfidência e repercutiu os resultados das pesquisas do custo da cesta básica e inflação de Belo Horizonte do mês de janeiro de 2024. Fonte: Rádio Inconfidência – Jornal da Inconfidência AM e FM Locução Emerson Rodrigues – Publicado em 07/02/2024.

Continue lendo...

Cesta básica fica 6% mais cara em janeiro em Belo Horizonte

Os produtos com maiores aumentos do preço médio no mês foram a batata-inglesa (33,51%), o tomate (30,65%), o arroz (9,19%) e a banana-caturra (8,13%) O custo da cesta básica, que representa o gasto médio de um trabalhador adulto com a alimentação, teve alta expressiva de 6,06% entre dezembro de 2023 e janeiro de 2024 em Belo Horizonte. Desse modo, o valor da cesta em janeiro chegou a R$ 735,43, o equivalente a 52,08% do valor de um salário mínimo. Os dados foram divulgados nesta terça-feira (6) pela Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas, Administrativas e Contábeis de Minas Gerais (IPEAD/UFMG). Este é o maior valor da cesta básica desde abril de 2022, quando o custo chegou a R$ 716,26. A alta de […]

Continue lendo...

Inflação sobe 2,12% em janeiro em BH, pressionada pela tarifa de ônibus

O Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) da capital mineira foi divulgado nesta terça-feira (6) pela Fundação IPEAD A inflação em Belo Horizonte subiu 2,12% no mês de janeiro, acelerando em relação a dezembro, quando a alta foi de 0,77%. O Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) da capital mineira foi divulgado nesta terça-feira (6) pela Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas, Administrativas e Contábeis de Minas Gerais (IPEAD/UFMG). Na comparação com janeiro de 2023, o IPCA-BH subiu 2,04%. Nos últimos doze meses, a alta da inflação é de 6,88% na capital mineira. Em relação aos alimentos, a inflação específica desse segmento apresentou elevação de 1,93% em janeiro na cidade, numa desaceleração na comparação com dezembro, quando o índice […]

Continue lendo...

Cesta básica em BH fica 6% mais cara e tem o maior valor desde 2022

Em janeiro, valor passou para R$ 735,43 A Fundação Ipead divulgou, nesta terça-feira (6), os resultados da pesquisa de custo da cesta básica em Belo Horizonte, que teve alta de 6,06% em janeiro e passou a custar R$ 735,43 – maior valor desde abril de 2022 (na ocasião, custava R$ 716,26). Em comparação com janeiro de 2023, a cesta básica está R$ 19,45 mais cara. A alta de janeiro é a terceira consecutiva. O custo da cesta básica em BH registrou alta acumulada de 2,73% em 12 meses. Em janeiro, do total de 13 itens que compõem a cesta básica, apenas três apresentaram queda do preço médio e os outros dez apresentaram elevação. Os principais responsáveis pela alta do custo da cesta […]

Continue lendo...

Custo da cesta básica em BH atinge em janeiro o maior valor em quase dois anos

A Fundação IPEAD divulga os resultados da pesquisa de custo da cesta básica em Belo Horizonte realizada no mês de janeiro de 2024. Destaques: – Custo da cesta básica apresenta alta em janeiro de 6,06%. – Cesta básica passa a custar R$ 735,43, maior valor desde abril de 2022. – O custo da cesta básica em BH registrou alta acumulada de 2,73% em 12 meses. – Os principais responsáveis pela alta do custo da cesta básica foram o Tomate (30,65%), a Batata inglesa (33,51%) e a Banana Caturra (8,13%). Salientamos que os responsáveis pelas pesquisas estão à disposição para esclarecer dúvidas, gravar matéria específica para seu veículo de comunicação e agendar inserções em programas ao vivo, caso haja interesse. Atenciosamente, Renato Mogiz SilvaEconomista – Superintendente GeralFundação IPEAD/UFMG – Fundação Instituto de PesquisasEconômicas, […]

Continue lendo...

Inflação de janeiro em BH supera a de janeiro de 2023

A Fundação IPEAD divulga os resultados dos índices de inflação em Belo Horizonte de janeiro de 2024. Destaques: – O custo de vida em BH, medido pelo IPCA-BH, sobe 2,12% em janeiro contra 0,77% em dezembro de 2023. – Inflação sentida pelas famílias de 1 a 5 salários mínimos, captada pelo IPCR, sobe 2,40% em janeiro contra 0,84% em dezembro de 2023. – Preços do Empregado doméstico, Excursões e Ônibus urbano contribuem para alta da inflação. – Queda nos Preços dos Serviços de Táxi ajudou a segurar a inflação. – Inflação acumulada nos últimos 12 meses pelo IPCA BH está em 6,88% e pelo IPCR está em 6,73%. Salientamos que os responsáveis pelas pesquisas estão à disposição para esclarecer dúvidas, gravar matéria específica para seu veículo de comunicação e agendar inserções em programas ao vivo, caso haja interesse. Atenciosamente, Renato Mogiz SilvaEconomista – Superintendente GeralFundação IPEAD/UFMG – Fundação Instituto de […]

Continue lendo...

Batata a R$ 10 o quilo causa prejuízo de até 30% a negócios em BH

Em novembro, o quilo do tubérculo custava, em média, R$ 6,50; chuvas e pragas no campo levaram à menor oferta no mercado Com a batata inglesa sendo encontrada por até R$ 13,98 o quilo em Belo Horizonte, muitos bares e restaurantes da capital estão amargando um prejuízo alto. Segundo uma pesquisa recente do site Mercado Mineiro, o quilo do tubérculo era encontrado, em média, por R$ 6,49 em novembro de 2023. Em janeiro deste ano, o preço médio subiu para R$ 10,33, um aumento de 59,18%.  Um dos negócios afetados por este cenário de inflação é o Soul Batata, casa situada no Coração Eucarístico, na região Noroeste de BH. A casa gasta, por mês, cerca de 500 kg de batata, que são […]

Continue lendo...