Inflação em Belo Horizonte sobe com alta nos preços dos alimentos

O valor dos alimentos continua pressionando a inflação na capital mineira. O Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) de Belo Horizonte apresentou alta de 0,61% em novembro na comparação com outubro, sendo que o maior destaque, em termos de variação, foram os alimentos in natura (6,88%). Os dados foram divulgados pela Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas, Administrativas e Contábeis de Minas Gerais da Universidade Federal de Minas Gerais (Ipead/UFMG). Conforme ressalta a coordenadora de pesquisas da entidade, Thaize Martins, a alta verificada no 11º mês deste ano é algo representativo. Tanto é que este aumento é o maior para o mês de novembro desde 2015. Apesar de os itens alimentícios terem sido expressivos na pesquisa, ela chama atenção também […]

Continue lendo...

Energia mais cara e Natal deslocam inflação da meta de 2020

Adicional nas contas de energia neste mês e a pressão das compras de fim de ano elevam previsão para o IPCA acima de 4% neste ano Os analistas de bancos e corretoras precificaram a mudança tarifária que vai encarecer a conta de energia elétrica este mês nas revisões para inflação mais alta do que era esperado em 2020 e, agora, acima da meta projetada pelo Banco Central (BC) no ano. As expectativas para a inflação oficial do país que o BC inclui no chamado Boletim Focus, com a opinião de uma centena de analistas do mercado financeiro, subiram de 3,54% para 4,21%. A mudança só confirma a pressão maior do custo de vida para as famílias em dezembro, mês de tradicionais aumentos de preços influenciados pela demanda do […]

Continue lendo...

Repercussão índices do mês de novembro de 2020 + Pesquisa especial do Natal – IPEAD/UFMG

O IPEAD, por meio de Thaize Martins, concedeu em 04 de dezembro de 2020 entrevista para rádio Inconfidência sobre os resultados das pesquisas realizadas em novembro de 2020. Destaques:– O custo de vida em Belo Horizonte, medido pelo IPCA e pelo IPCR, avançou em relação ao mês de outubro/2020, apresentando um aumento de 0,61% no mês de novembro.– O custo da cesta básica apresentou a quarta alta consecutiva em novembro/2020 (%), custando R$ 553,24 no mês. Os principais responsáveis por essa elevação foram o Tomate Santa Cruz (36,67%), a Batata inglesa (42,78%) e a carne Chã de dentro (4,34%).– Neste período foi realizada uma pesquisa especial sobre a pretensão de compra para o Natal, que mesmo diante do ano de […]

Continue lendo...

Repercussão da pesquisa especial de Pretensão de compra para o Natal de 2020

O IPEAD, por meio de Thaize Martins, concedeu em 04 de dezembro de 2020 entrevista para rádio Itatiaia sobre os resultados da pesquisa especial de pretensão de compra para o Natal de 2020 realizada em novembro de 2020. Fonte: Rádio Itatiaia – Publicado em 04 de dezembro de 2020 por Camila Campos.

Continue lendo...

Divulgação índices do mês de novembro de 2020 + Pesquisa especial do Natal – Fundação IPEAD/UFMG

É com muita satisfação que o IPEAD/UFMG vem divulgar, em primeira mão, para toda a sociedade e imprensa os resultados dos estudos/pesquisas realizadas no mês de novembro de 2020 + a pesquisa especial do Natal. A Fundação disponibiliza profissionais especialistas para atender às suas demandas e prestar os esclarecimentos necessários. Destaques: Neste período foi realizada uma pesquisa especial sobre a pretensão de compra para o Natal, que mesmo diante do ano de pandemia, se mostrou estar mais aquecido que o ano de 2019 devido ao aumento de 3,81% na intenção de presentear e a alta de 33,22% no valor do ticket médio por presente, ficando igual a R$ 111,86 em 2020. Após a estabilidade observada no mês de outubro, o Índice de Confiança do Consumidor, ICC-BH, apresentou alta de 1,93% no mês de novembro. No […]

Continue lendo...

Cesta Básica em BH ultrapassa R$500,00

De acordo com a IPEAD UFMG, esse é o maior valor já verificado na capital mineira desde 1994 O custo da cesta básica em Belo Horizonte no mês de outubro foi de R$520,79. De acordo com a Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas, Administrativas e Contábeis de Minas Gerais (Ipead/UFMG), essa é a primeira vez na história que o valor da cesta ultrapassa o valor de R$500,00 e é o maior valor já verificado na capital mineira desde 1994. No mesmo mês, no ano passado, a cesta básica estava custando cerca de R$100,00 a menos: R$421,21.  O Conexões recebeu Thaize Martins nesta segunda, 30, para falar sobre a alta no valor da cesta básica. Ela é coordenadora de pesquisa e desenvolvimento da Fundação […]

Continue lendo...