Energia mais cara e Natal deslocam inflação da meta de 2020

Adicional nas contas de energia neste mês e a pressão das compras de fim de ano elevam previsão para o IPCA acima de 4% neste ano Os analistas de bancos e corretoras precificaram a mudança tarifária que vai encarecer a conta de energia elétrica este mês nas revisões para inflação mais alta do que era esperado em 2020 e, agora, acima da meta projetada pelo Banco Central (BC) no ano. As expectativas para a inflação oficial do país que o BC inclui no chamado Boletim Focus, com a opinião de uma centena de analistas do mercado financeiro, subiram de 3,54% para 4,21%. A mudança só confirma a pressão maior do custo de vida para as famílias em dezembro, mês de tradicionais aumentos de preços influenciados pela demanda do […]

Continue lendo...

Pesquisa da Fundação IPEAD aponta alta nos preços em novembro

O IPEAD, por meio de Thaize Martins, concedeu em 04 de dezembro de 2020 uma entrevista, ao vivo, no Bom Dia Minas sobre os resultados das pesquisas da Cesta Básica e Pretensão de compra para o Natal realizadas em novembro. Fonte: TV Globo Minas / Bom Dia Minas – Publicado em 04 de dezembro de 2020.

Continue lendo...

Custo da cesta básica fica acima de R$ 500 pela primeira vez em BH

De acordo com pesquisa da Fundação Ipead/ UFMG, cesta está custando R$ 520,79, valor que corresponde a praticamente metade do salário mínimo O custo da cesta básica subiu 6,12% em Belo Horizonte em outubro, em comparação com o mês anterior, e chegou a R$ 520,79. É a primeira vez na história que o valor ultrapassa os R$ 500, de acordo com a Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas, Administrativas e Contábeis de Minas Gerais (Ipead/UFMG). Em setembro, a cesta básica, que representa os gastos de um trabalhador adulto com a alimentação, custava R$ 490,74. Os aumentos de dos preços do chã de dentro (4,91%), do tomate santa cruz (21,90%) e da banana caturra (13,57%) foram os principais responsáveis pela elevação. “Dos […]

Continue lendo...

Custo da cesta básica em BH sobe 23,64% chegando a R$520,79; É o maior aumento em 26 anos

A TV Band MG, por meio do Jornal da Band, repercutiu no dia 10 de novembro de 2020 a pesquisa da cesta básica realizada pelo IPEAD/UFMG no mês de outubro/2020. Conforme estudo realizado pela fundação foi a primeira vez que o valor da cesta básica ultrapassou o patamar de R$500,00 atingindo o valor de R$520,79 desde de junho de 1994. Assista a entrevista completa clicando abaixo: Fonte: TV BAND MG – Publicado em 10 de novembro de 2020.

Continue lendo...

Inflação avança 0,69% na Capital

O custo de vida na capital mineira continua subindo. O Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) apresentou variação positiva de 0,69% em outubro frente a setembro. No mês passado, a principal influência para o aumento da inflação veio dos alimentos in natura, cujos preços saltaram 6,08% de um mês para outro. Com o resultado, no acumulado do ano, a variação chegou a 3,11% e, nos últimos 12 meses, 4,73%, superando o centro da meta de 4%. De acordo com a coordenadora de pesquisa do Ipead, Thaize Martins, o comportamento já era esperado, uma vez que o cenário não se alterou. E a perspectiva é que o índice encerre o ano próximo ou acima da meta. “Permanecem a pandemia, o […]

Continue lendo...

Repercussão da pesquisa da Inflação realizada pelo IPEAD/UFMG

Inflação supera meta e faz alimentos pesarem no bolso do uberabense Ir ao supermercado atualmente é perceber que tudo está caro. O brasileiro sente diretamente os impactos da inflação. A cesta básica, os legumes e as verduras e a carne já consomem grande parte do salário do trabalhador. Para aqueles que sobrevivem do auxílio emergencial, a situação se torna ainda mais alarmante, tendo em vista a redução do valor do benefício.  Mas afinal, por que tudo está tão caro? Conforme o Instituto de Pesquisas Econômicas, Administrativas e Contábeis de Minas Gerais da Universidade Federal de Minas Gerais (Ipead/UFMG), pela primeira vez em 2020, a inflação acumulada nos últimos 12 meses foi de 4,15%, acima da meta de 4,00% definida pelo Conselho […]

Continue lendo...

Comida cara pressiona inflação dos mais pobres em BH

Custo de vida sobe 3,13% para famílias com renda entre um e 5 salários mínimos na capital, enquanto o IPCA variou 2,40%. Não há esperança de que reajustes arrefeçam nos próximos meses Como consequência dos aumentos dos preços dos alimentos, a inflação de Belo Horizonte sacrifica mais a população pobre. De janeiro a setembro, o custo de vida subiu 3,13% medido pelo Índice de Preços ao Consumidor Restrito (IPCR), que retrata os gastos das famílias com renda entre um e cinco salários (até R$ 5.225) na capital, segundo a pesquisa da Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas, Administrativas e Contábeis de Minas Gerais (Ipead), vinculada à UFMG. A pressão no bolso foi menor para quem ganha entre um e 40 salários mínimos (até R$ 41.800) […]

Continue lendo...

Repercussão dos índices das pesquisas do mês de agosto de 2020

A Coordenadora Thaize Martins concedeu entrevista, ao vivo, à rádio América nesta manhã (08/set) e repercutiu os dados das pesquisas realizadas pela Fundação IPEAD/UFMG no mês de agosto de 2020. Clique abaixo e ouça a entrevista completa: Fonte: Rádio América AM – Publicado em 08/09/2020 por meio do programa Tribuna Livre.

Continue lendo...

Repercussão das pesquisas realizadas no mês de julho de 2020

A rádio América entrevistou, ao vivo, a coordenadora de pesquisa e desenvolvimento da Fundação IPEAD, Thaize Martins, e repercutiu no dia 06/08/2020 as pesquisas realizadas no mês de julho de 2020. Clique abaixo e ouça a entrevista completa: Fonte: Rádio América AM 880 – Publicado em 06/08/2020.

Continue lendo...