Inflação das famílias que recebem de 1 a 5 salários mínimos tem maior desaceleração em novembro

A Fundação IPEAD, que este ano comemora 75 anos, divulga os resultados dos índices de inflação em Belo Horizonte de novembro de 2023. Destaques: – O custo de vida em BH, medido pelo IPCA-BH, sobe 0,30% em novembro contra 0,46% em outubro. – Inflação sentida pelas famílias de 1 a 5 salários mínimos, captada pelo IPCR, sobe 0,12% em novembro contra 0,65% em outubro. – Preços da Refeição fora de casa e da Passagem aérea contribuem para alta da inflação. – Queda nos Preços da Gasolina comum ajudou a segurar a inflação. – Inflação acumulada nos últimos 12 meses pelo IPCA BH está em 7,10% e pelo IPCR está em 6,13%. Salientamos que os responsáveis pelas pesquisas estão à disposição para esclarecer dúvidas, gravar matéria específica para seu veículo de comunicação e agendar inserções em programas ao vivo, caso haja interesse. Atenciosamente, Renato Mogiz SilvaEconomista – Superintendente GeralFundação IPEAD/UFMG – […]

Continue lendo...

Volta de imposto sobre gás e diesel pode aumentar preços em janeiro de 2024

Tributos que estavam zerados devem ser retomados no próximo ano e podem repercutir na inflação Este ano nem terminou, mas o consumidor já pode se preparar para aumento de preços no próximo. A desoneração dos impostos federais sobre o diesel e o gás de cozinha, que vigorava desde 2022 no Brasil, termina oficialmente no dia 31 de dezembro e, com isso, a partir do dia 1º de janeiro de 2024 eles tendem a ficar mais caros. No caso do diesel, isso pode significar uma alta de R$ 0,33 por litro nos postos, caso a cadeia de produção repasse todo o custo ao motorista, segundo cálculos da Federação Nacional das Distribuidoras de Combustíveis, Gás Natural e Biocombustíveis (Brasilcom). Já o gás […]

Continue lendo...

Inflação ao consumidor de Belo Horizonte sobe em novembro, a 0,31%

Índice veio quase estável na terceira quadrissemana do mês em comparação com o registrado na semana anterior, diz Ipead A desaceleração da inflação está perdendo força em Belo Horizonte. O Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) da cidade tem apresentado mais uma elevação. Nesta terceira quadrissemana de novembro, o IPCA subiu 0,31%. Isso quer dizer que há uma quase estabilização frente ao monitoramento registrado na semana anterior, em que o apurado foi de uma alta de 0,33%. As informações constam no mais recente levantamento da Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas, Administrativas e Contábeis de Minas Gerais (Ipead), vinculada à Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG). Conforme o estudo, a inflação de Belo Horizonte acumula um aumento de 5,99% ao […]

Continue lendo...

Alimentação fora da residência pressiona a inflação em BH na terceira prévia de novembro

A Fundação IPEAD, que este ano comemora 75 anos, divulga os resultados dos índices de inflação em Belo Horizonte da 3ª semana de novembro de 2023. Destaques: – Desaceleração da inflação perde força. – IPCA-BH sobe 0,31%, quase estável em relação à semana anterior. – Custo da Alimentação fora da residência acelera crescimento (2,89%). – Alimentos industrializados estão ficando mais baratos e Alimentos in natura, mais caros. – Queda em Excursões, Leite e Gasolina Comum ajudaram a segurar a inflação. – Inflação acumulada nos últimos 12 meses pelo IPCA BH está em 6,84% e pelo IPCR está em 6,09%. Salientamos que os responsáveis pelas pesquisas estão à disposição para esclarecer dúvidas, gravar matéria específica para seu veículo de comunicação e agendar inserções em programas ao vivo, caso haja interesse. Atenciosamente, Renato Mogiz SilvaEconomista – Superintendente GeralFundação IPEAD/UFMG – Fundação Instituto de PesquisasEconômicas, Administrativas e Contábeis de […]

Continue lendo...

Custo de vida em BH aumenta; refeição fora de casa e automóvel novo ‘puxam a fila’

Inflação sentida pelas famílias de 1 a 5 salários mínimos, captada pelo IPCR, subiu 0,26% em outubro O custo de vida em Belo Horizonte encerrou outubro com alta. Dados divulgados nesta segunda-feira (20) pelo Instituto de Pesquisas Econômicas, Administrativas e Contábeis de Minas Gerais (Ipead) mostram que a inflação sentida pelas famílias de 1 a 5 salários mínimos, captada pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor (IPCR) que pé calculado pelo IBGE todos os meses, subiu 0,26% em outubro. O preço da refeição fora de casa e do automóvel novo contribuíram para alta da inflação. A inflação acumulada nos últimos 12 meses pelo IPCA BH está em 6,78% e pelo IPCR está em 6,29%. Ainda segundo a a pesquisa conduzida […]

Continue lendo...

Inflação desacelera em BH e custo de alimentação no lar volta a cair

Levantamento do Ipead sobre prévia de inflação em novembro na capital aponta preços de alimentos mais em conta Inflação em Belo Horizonte desacelera na segunda quadrissemana de novembro (período de 16 de outubro a 15 de novembro), segundo aponta levantamento da Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas, Administrativas e Contábeis de Minas Gerais (Ipead). A prévia do Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) para novembro apresentou alta de 0,33% . No levantamento anterior (primeira quadrissemana de novembro), o IPCA havia apresentado alta de 0,42%. No decorrer deste ano, o IPCA de Belo Horizonte registra um aumento acumulado de 5,94%, enquanto nos últimos doze meses a alta é de 6,78%. Em termos de itens específicos, na segunda quadrissemana de novembro, a […]

Continue lendo...

INFLAÇÃO DESACELERA EM BH E CUSTO DA ALIMENTAÇÃO NA RESIDÊNCIA VOLTA A CAIR

A Fundação IPEAD, que este ano comemora 75 anos, divulga os resultados dos índices de inflação em Belo Horizonte da 2ª semana de novembro de 2023. Destaques: – O custo de vida em Belo Horizonte, medido pelo IPCA-BH, encerrou outubro com alta de 0,33%. – Inflação sentida pelas famílias de 1 a 5 salários mínimos, captada pelo IPCR, subiu 0,26% em outubro. – Preços da Refeição fora de casa e do Automóvel novo contribuem para alta da inflação. – Queda nas Excursões ajudou a segurar a inflação. – Inflação acumulada nos últimos 12 meses pelo IPCA BH está em 6,78% e pelo IPCR está em 6,29%. Salientamos que os responsáveis pelas pesquisas estão à disposição para esclarecer dúvidas, gravar matéria específica para seu veículo de comunicação e agendar inserções em programas ao vivo, caso haja interesse. Atenciosamente, Renato Mogiz SilvaEconomista – Superintendente GeralFundação IPEAD/UFMG […]

Continue lendo...

Discernimento é a chave para não cair na ‘black fraude’, alerta superintendente do Ipead/UFMG

Economista Renato Mogiz Silva reforça que comprar sem necessidade, mesmo com oferta, é mau negócio Faltando menos de duas semanas para a tradicional Black Friday, lojas de ruas, sites de vendas e até as redes sociais estão abarrotadas de “promoções”. A palavra oferta – quase sempre escrita em letras vermelhas garrafais – é capaz de seduzir muitos consumidores. Mas será que agora é mesmo a hora de antecipar as compras de Natal, garantir o sonhado eletrodoméstico ou gastar com um simples mimo? Aproveitar a redução nos preços pode parecer um bom negócio, mas o momento exige cautela para não ficar endividado. E mais, atenção redobrada para não cair em armadilhas – na boca do povo, “black fraude”.  O alerta é […]

Continue lendo...

‘Inflação por ocasião’: por que todo fim de ano tem alta de preços?

Queda do valor da carne, por exemplo, tende a diminuir de ritmo O fim de ano chega e, com ele, vêm os Papais Noéis nos shoppings, as árvores de Natal nas casas, as confraternizações e o aumento da conta no supermercado. O momento é tradicionalmente acompanhado por alta do preço de carnes e bebidas, por exemplo, uma “inflação por ocasião” que aproveita o aquecimento da procura por itens habituais das festas e ceias para elevar os valores nas prateleiras. Neste ano, o cenário tende a se repetir — mas com algumas boas notícias para o consumidor. As altas são justificadas por regras de mercado, explica o economista da Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas, Administrativas e Contábeis de Minas Gerais (Ipead) Diogo […]

Continue lendo...

Inflação em BH abre novembro em desaceleração, mas alimentação ainda pressiona

A Fundação IPEAD, que este ano comemora 75 anos, divulga os resultados dos índices de inflação em Belo Horizonte da 1ª semana de novembro de 2023. Destaques: – O custo de vida em Belo Horizonte, medido pelo IPCA-BH, encerrou outubro com alta de 0,42%. – Inflação sentida pelas famílias de 1 a 5 salários mínimos, captada pelo IPCR, subiu 0,43% em outubro. – Preços da Refeição fora de casa e do Automóvel novo contribuem para alta da inflação. – Queda nos Preços do Leite ajudou a segurar a inflação. – Inflação acumulada nos últimos 12 meses pelo IPCA BH está em 6,97% e pelo IPCR está em 6,19%. Salientamos que os responsáveis pelas pesquisas estão à disposição para esclarecer dúvidas, gravar matéria específica para seu veículo de comunicação e agendar inserções em programas ao vivo, caso haja interesse. Atenciosamente, Renato Mogiz SilvaEconomista – Superintendente […]

Continue lendo...